[DIÁRIO DE LEITURA] Queda de Gigantes #4


Neste trecho que li, acompanhamos os alemães responsáveis por mandar armas aos mexicanos, o que acaba colocando os EUA em guerra. Enquanto isso, na Inglaterra, Walter, um dos alemães, está preocupado com as consequências do assassinato do arquiduque da Áustria. Usa um agente duplo russo para conhecer os planos do czar, conversa com o primo para ver outros aspectos e, pelo jeito, Alemanha e Rússia entrarão em guerra por causa de um território que ele considera insignificante, que é a Sérvia. Otto, seu pai, obriga Maud, sua namorada inglesa, a largar do filho. Afinal, com a guerra, Walter perderia sua carreira diplomática ao estar casado com a inimiga.

Depois, a narrativa volta ao russo que economizou para caramba para imigrar e teve que mandar o irmão doidivanas no seu lugar (pois este se meteu em encrenca e poderia ser morto).  Para piorar, ele deixa para trás a namorada, que está grávida. Como não poderia deixar de ser, o irmão responsável e abnegado está apaixonado por esta moça e, obviamente, criará o filho como sendo seu.

A ironia do destino é que o irmão fugitivo para em Cardiff, no País de Gales, ao invés de Nova York (golpe que faziam para tirar dinheiro de imigrantes desesperados). Lá, encontra a princesa russa, mulher do conde que tem um caso com a empregada Ethel. Esta engravida (convenientemente ao mesmo tempo que Bea, a esposa), levando o conde a mandar a governanta embora para Londres, em meio a um surto de greve entre os mineiros.

Veja as Partes I, II e III deste Diário

Anúncios

O que achou dessa leitura?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s