[DIÁRIO DE LEITURA] O Último Reino #5


Temos algumas cenas para mostrar as diferenças religiosas entre cristãos e pagãos, como quando os dinamarqueses reproduzem a cena de morte de São Sebastião enchendo um senhor de flechas.

Vemos também o esforço dos invasores em conquistar Wessex. Neste contexto, Guthrum (abaixo) aparece e eles perdem a batalha principal contra Alfredo, embora ganhem outras menores. É selada então uma paz entre os povos e os dinamarqueses recuam.

Brida e Uhtred, que estavam no campo de batalha, são “resgatados” por Beocca. Brida inventa uma história de que é bastarda de um rei. Já Alfredo tenta convencer nosso protagonista a estudar, durante um jantar.

Porém, logo os jovens planejam uma fuga e retornam para os braços de seu pai adotivo, Ragnar (abaixo). Com ele passam os próximos anos se preparando para uma nova tentativa de guerra.

O problema é que o pai de Sven, aquele mesmo que tinha “desejos” por Thyra, a filha de Ragnar, estava estes anos todos buscando vingança. Assim, quando estão comemorando o Yule (o Natal pagão) e o noivado de Thyra, eles aparecem e tacam fogo no castelo (diferente da fazendinha da série), matando todos, menos Brida e Uhtred que estavam nos campos, tomando conta do carvão.

Algumas mulheres são preservadas, como a filha de Ragnar, por motivos óbvios e Uhtred foge com Brida (abaixo), após acharem um tesouro escondido na propriedade, entendendo que, agora, só poderão recorrer aos ingleses, já que seu único elo com os dinamarqueses foi rompido.

Veja as Partes 123 e 4 desse Diário

Anúncios

O que achou dessa leitura?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s