[DIÁRIO DE LEITURA] Jane Eyre #7


Numa noite, Jane escuta uma risada estranha percorrendo o corredor, depois sente cheiro de fumaça e percebe que o quarto de Mr. Rochester está queimando, enquanto ele dorme. Ela o acorda e salva da morte, o que o deixa muito grato, fazendo-o quase mostrar seus sentimentos por ela.

Talvez numa tentativa de evitar este estreitamento, no dia seguinte ele vai embora e só volta semanas depois com uma galera de convidados. Entre eles, uma moça “de família”, com quem aparentemente irá se casar.

Jane é obrigada a ficar na sala, num canto, por causa de Adele, acompanhando todos os jantares e festas, sem que o patrão a olhe uma vez sequer. Neste ponto ela reconhece que o ama, mas que, por causa da classe social, não há como ficarem juntos. No entanto, o que a realmente faz sofrer é o fato de perceber que a “prometida” de Rochester é fútil e não combina com ele. Pensa que, se fosse alguém de nobre coração, estaria mais conformada.

No meio da festa, Mr. Rochester finge ser uma cigana que lê a sorte, só para tentar arrancar os segredos de Jane. numa cena bem bizarra, mas ela se mantém impenetrável e logo percebe o embuste.

Surge então um amigo de velha data (e misterioso) que deixa o patrão assustado.

Veja as Partes III, IIIIV, V e VI desse Diário

Anúncios

O que achou dessa leitura?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s