[TÉCNICO] Religião para Ateus


Como já havia lido A Arte de Viajar e Como Proust Pode Mudar Sua Vida e gostado bastante, acabei pegando outros livros desse autor, tais como este que resenho, o Notícias: Manual do Usuário e o Como Pensar Mais em Sexo.

Porém, ao contrário dos dois primeiros, este sobre religião acabou ficando um pouco a desejar pelo fato de ser um pouco redundante.

Em suma, a ideia central fala sobre como uma pessoa cética, que não tenha a religião como base organizadora da sua vida cotidiana, acabe se vendo desprovida de uma rede social de apoio e de fontes claras e acessíveis de inspiração.

Assim, é interessante pensar numa sociedade que tivesse dias para celebrar filósofos/cientistas ao invés de santos, que edificasse templos do saber, da ciência e da reflexão, que fizesse arte tendo em vista temas universais, como o amor e não o sofrimento de Cristo.

A problemática está em levar quase 300 páginas para dizer isso. Neste sentido, o Como Pensar Mais em Sexo é mais eficiente.

# 14 Lido Lido de 2017

Recomendo a leitura, por se tratar de uma abordagem diferente, menos condenatória da religião, sugerindo que usemos o que ela tem de melhor, tirando seus excessos. Quem for menos idealista, entretanto, pode achar o livro ingênuo.

Lido em 12 meses.

Dados da Edição Lida:

Alain de Botton
Ano: 2011 / Páginas: 272
Editora: Intrínseca

Link para o Skoob

Anúncios

O que achou dessa leitura?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s