[DIÁRIO DE LEITURA] Admirável Mundo Novo


utero_artificial_admiravel_novo_mundo

O livro começa com a visita escolar a uma fábrica de genes, nas quais se mostra que cada embrião é desenvolvido de modo a se tornar um humano diferente, de acordo com a “casta” pretendida (alfa, gama, beta, etc), lembrando muito a linha de produção de carros de Henry Ford que aqui é uma espécie de Deus. Até a datação segue a linha “600 anos da Era Ford”, ao invés de AC/DC.

671df72f8ed23a0f03506072dc7f7285_fotor

Então, aqueles que foram destinados a trabalhos braçais, não irão se desenvolver intelectualmente, por exemplo. Isso contribui para evitar o “sonho americano”, ou seja, que qualquer pessoa possa obter qualquer coisa.

É como se forçássemos com a genética (e também pela hipnose e outras técnicas psicológicas) o sistema de castas da Índia, só que, ao invés de uma razão religiosa, o consumo de produtos fosse o mote central.

Aliás, se você estiver se sentindo mal, basta tomar uma pílula (SOMA) e tudo fica bem novamente.

cellular-polarity-poster

Além disso, o sexo é estimulado desde a infância (!), assim como os múltiplos amantes. Por isso, quando a história começa a acompanhar alguns personagens, vemos que, mesmo que você queira se dedicar a apenas um parceiro, você não pode. Fora que tem que se sentir bem por ser cortejado e assediado, o que me pareceu meio creepy.

Por fim, existe uma limitação de nomes possíveis, por isso, quase não há individualidade.

Anúncios

O que achou dessa leitura?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s