[AUTOAJUDA] Mulheres que amam demais


Apesar do título, o livro não trata sobre abnegação (tipo amor de mãe) e sim sobre obsessão e dependência emocional, algo que nasce do romantismo perpetuado por décadas a fio na nossa sociedade (que vende ideias como a de que a mulher deve salvar um homem, nem que tenha, para isso, que se destruir no processo).

A autora, que é terapeuta de casais, recolhe uma série de depoimentos de pacientes e vai analisando a cada capítulo questões fundamentais, como o fato de que mulheres que nasceram em lares onde havia abuso de álcool, por exemplo, possuem uma tendência a buscar parceiros que lhe darão muito trabalho emocional.

Considerei a obra interessante, até como um alerta a tantas mulheres que confundem amor com dependência. Embora tenha achado os relatos muito longos, penso que, para quem viva tal situação, a repetição possa ser salutar.

Tempo de Leitura: 61 dias

#1 livro lido de 2017

Dados da Edição Lida:

mulheres_que_amam_demais_1286764801bnaipes-024

Robin Norwood
Ano: 2006 / Páginas: 303
Editora: Arx

Link no Skoob

Anúncios

O que achou dessa leitura?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s