[TÉCNICO] Pós-Escrito a O Nome da Rosa


Aqui, o autor Umberto Eco (abaixo) nos explica como criou seu famoso livro, O Nome da Rosa.

Eu apenas comecei a ler este último, mas achei interessante saber mais sobre a confecção da trama, até porque sempre penso em escrever romances e o método de outros autores pode nos inspirar.

SPETT.UMBERTO ECO A NAPOLI (SUD FOTO SERGIO SIANO)

Uma das coisas mais interessantes que ele fala é que devemos construir o mundo no qual todos os nossos personagens irão habitar com detalhes. Assim, não correremos o risco de que a narrativa tenha lacunas ou que as coisas pareçam incongruentes.

Lido em 7 dias

Ele também sugere, como Stephen King faz no seu Sobre a Escrita, que falemos sobre aquilo que conhecemos. No caso, o norte-americano fala do Maine, Eco da Idade Média e Rory Gilmore, de sua relação com sua mãe (quem assistiu a última temporada, saberá!).

# 68 livro lido de 2016

Vale a pena ler!

Dados da Edição Lida:

posescrito_a_o_nome_da_rosa_1237414002bnaipes-023

Umberto Eco
Ano: 1985 / Páginas: 66
Editora: Nova Fronteira

Link no Skoob

Anúncios

O que achou dessa leitura?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s