[MÊS DO HORROR] Frankenstein


Quem nunca ouviu falar da história de Frankenstein? Mas quantos de nós leu a obra?

Frontispício de uma edição inglesa de Frankenstein, de Mary Shelley, publicada pela Colburn and Bentley em 1831. Gravura feita por Theodor von Holst (1810-1844).]]

Frontispício de uma edição inglesa de Frankenstein, de Mary Shelley, publicada pela Colburn and Bentley em 1831. Gravura feita por Theodor von Holst (1810-1844).]]

Pois é, quando se começa a ler o livro, se percebe como não sabemos muito a respeito, a não ser as inúmeras adaptações para TV e cinema que assistimos.

A começar pelo fato de que o livro (considerado a primeira ficção científica) é uma narrativa epistolar, como a do Drácula, tendo como o narrador, Robert Walton, uma pessoa que não conhecemos e que resolveu fazer uma expedição ao Polo Norte.

Lá, ele encontra Victor Frankenstein, moribundo, e o recolhe em seu navio. À distância, ele avista o monstro, que desaparece no deserto glacial.

Grato pelo resgate, o cientista passa a narrar sua longa história, desde que começa a se interessar por alquimia até o momento da criação da vida.

Anúncios

3 pensamentos sobre “[MÊS DO HORROR] Frankenstein

  1. Pingback: [MÊS DO HORROR] Frankenstein #2 | Leituras de Taróloga

  2. Pingback: [MÊS DO HORROR] Frankenstein #3 | Leituras de Taróloga

  3. Pingback: [DIÁRIO DE LEITURA] Frankenstein #4 | Leituras de Taróloga

O que achou dessa leitura?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s