[DIÁRIO DE LEITURA] O Psicopata Americano #5


Eis que chego na parte em que Bateman mata (ou imagina) um mendigo com doses altas de crueldade. Eu cheguei a ler os parágrafos “por cima”, tipo quando a gente vira o rosto durante cenas de luta em um filme.

Já os capítulos seguintes trazem referências ao Orgulho Gay (passeata) e coloca os personagens num show do U2, dando a entender que as mulheres que os acompanhavam foram ao camarim oferecer “seus serviços” aos artistas.

american-psycho-patrick-bateman-lunch

Depois, Bateman, durante um jantar, tenta se livrar de um concorrente amoroso, perseguindo-o ao banheiro. Porém, é mal-interpretado. O cara, ao invés de entender que estava sendo vítima de estrangulamento, acha que está sendo cortejado. Percebendo então que está sendo visto como gay e não assassino, Bateman enfraquece e foge numa cena bem ridícula.

Realmente o filme foi bem mais divertido que o livro, que estou custando a terminar…

Veja as Partes IIIIII e IV desse Diário.

Anúncios

O que achou dessa leitura?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s