[TÉCNICO] Delícias do Descobrimento


Trata-se de um livro sobre as comidas no Brasil durante o século XVI, separadas por plantas e animais. Conta com gravuras e receitas da época, assim como os relatos de cronistas que por aqui passaram na época.

Até pessoas eram comidas nessa época...

Até pessoas eram comidas nessa época…

São inúmeras curiosidades, como a de que o palmito, que eu amo, ser a comida para os desesperados. Ou seja, só quando não tinham mais nada é que eles cortavam a palmeira e comiam seu miolo. Além disso, se comia uma variedade de animais muito maior que a atual, indo de roedores, coelhos, antas, tatus, emas, papagaios a todo tipo de peixes, vermes e insetos.

Por fim, alguns mitos que tinha sobre os índios foram destruídos, como os que não comiam sal ou não tinham bebidas alcoólicas. Fazia-se “vinho” de tudo, inclusive mandioca, a comida-mor. Outro ponto curioso, é que a comida indígena era apimentada, muito mais que a indiana, que depois sofreu influência do Brasil, já que os portugueses navegavam de uma terra a outra, fazendo intercâmbio de produtos.

Recomendo muito a leitura, embora não seja um livro gostoso de ler. Ao se optar apenas pelo o que os cronistas disseram, com pouca contextualização, o texto ficou fragmentado, parecendo um dicionário, o que o tornou repetitivo.

Lido em 96 dias.

Dados da Edição Lida:

DELICIAS_DO_DESCOBRIMENTO_1286765577Bnaipes-025

A Gastronomia Brasileira no Século XVI
Sheila Moura Hue
Ano: 2009 / Páginas: 207
Editora: Jorge Zahar Editor

Link no Skoob

Anúncios

O que achou dessa leitura?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s