[MÊS DOS CONTEMPORÂNEOS] O Coração das Trevas


Interessei-me por ler este livro pois, em primeiro lugar, inspirou o filme Apocalypse Now de Francis Ford Coppola, mesmo que o contexto histórico seja diferente. E, em segundo, porque foi sugerido, na introdução d’A Ilha do Dr. Moreau, que a história de H.G.Wells e a de Joseph Conrad, dialogavam de alguma forma.

Tendo já terminado A Ilha do Dr. Moreau e começado agora O Coração das Trevas, já percebi que, de semelhança, tanto um livro quanto outro são narrados em primeira pessoa, por um protagonista que já viveu suas aventuras em terras selvagens e agora está a salvo na Inglaterra.

coraçãodastrevas6

Se Prendick escapou de uma ilha de monstros no Oceano Pacífico, para a qual se dirigiu por acaso, Marlow, do Coração, nos narra sua descida voluntária por um rio da África, pelo simples motivo de que adorava mapas e lugares inexplorados.

A narrativa então começa com a chegada de um veleiro no estuário do Tâmisa. O tal Marlow nos conta, de forma muito poética e sombria, como foram suas primeiras impressões em terras habitadas por índios e comerciantes europeus. A maioria dos últimos, aliás, parece estar lá apenas por obrigação ou necessidade. Por isso, acham confuso e até engraçado que Marlow esteja ali de livre e espontânea vontade.

coraçãodastrevas7

Anúncios

2 pensamentos sobre “[MÊS DOS CONTEMPORÂNEOS] O Coração das Trevas

  1. Pingback: [MÊS DOS CONTEMPORÂNEOS] O Coração das Trevas #2 | Leituras de Taróloga

  2. Pingback: [DIÁRIO DE LEITURA] O Coração das Trevas #3 | Leituras de Taróloga

O que achou dessa leitura?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s