[DIÁRIO DE LEITURA] A Vida de C. S. Lewis #3


Um pouco antes de ir para a guerra, Lewis (abaixo) mandou uma carta ao pai perguntando se ele gostaria de vê-lo. Albert se faz de desentendido, deixando Lewis partir, provavelmente com a sensação de que não era amado. Afinal, a possibilidade de mortalidade era bem alta.

C_S_Lewis_02 - Compressed for web -2

Durante uma batalha na França, ele se fere com um estilhaço de granada e acaba caindo na categoria de incapacitado, embora não corresse risco de morte. Felizmente para ele, retorna à Inglaterra e, mesmo que desta vez o pai se revele preocupado, não faz esforço novamente para vê-lo enquanto se recuperava. Assim, apenas o irmão o visita.

cs-lewis-jrr-tolkien-world-war-1

Nesse meio tempo, o amigo mais íntimo de Lewis se revela gay, sendo provavelmente apaixonado por ele. Apesar de tratar o amigo com respeito e ficar feliz por sua coragem em “sair do armário”, deixa claro que “joga em outro time”. Até porque, na época, Lewis se envolvia com uma mulher mais velha. Romance ou relacionamento íntimo que durou muitos anos.

Veja as Partes I e II desse Diário

Este livro pertence a meta do Mês das Biografias deste ano. Veja os outros:

  1. Comer, Rezar, Amar – Elizabeth Gilbert
  2. Clarice – Benjamim Moser
  3. Cleópatra – Stacy Schiff
  4. Kardec – Marcel Souto Maior
  5. Napoleão – Steven Englund
  6. A Talentosa Highsmith –  Joan Schenkar
  7. Nau Capitânia – Walter Galvani
  8. Orange Is The New Black – Piper Kerman (concluído)
Anúncios

O que achou dessa leitura?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s