[DIÁRIO DE LEITURA] O Mistério de Natal #3


O novo hábito dos pais e do menino de abrirem juntos a janelinha do dia correspondente e lerem o conteúdo, seguindo os peregrinos pelo mapa, se mantém, unindo a família que parecia perdida em seus próprios problemas.

Apesar do tom exageradamente religioso, fazendo os adultos se maravilharem e se comoverem (talvez isso seja uma coisa da década de 90), existe uma boa mensagem sobre a união da família e a cooperação, valores cristãos esquecidos muitas vezes pelos próprios seguidores dessa religião.

A família serve o Bolo de Reis Fonte: Casa Vogue

A família serve o Bolo de Reis. Fonte: Casa Vogue

A família então descobre que Johannes veio de Damasco. Dia 23 ele aparece para lanchar com eles, na mesma época em que os personagens do calendário chegam à Belém no ano zero. É interessante este conceito de viagem no tempo e no espaço, pois na física, isso faz sentido, tanto que chamam de espaço-tempo.

Durante a visita, o florista conta que sua família tinha documentos antigos que relatavam as aparições dos anjos em épocas e locais diferentes. Muito curioso, ele faz diversas pesquisas, chegando à biblioteca de Roma, onde conhece Tebasile, uma moça muito parecida com a menina Elisabet, que afirma ter nascido na Noruega, mas crescido na Palestina. Ele se apaixona por ela e tira a famigerada fotografia.

Em dado momento, ela confessa que fora raptada por anjos e Johannes acredita nela. Separados, ele vai à Noruega esperando reencontrá-la. Ao contrário disso, ouve falar do desaparecimento da menina nos anos 40 e, suspeitando que fossem a mesma pessoa, ele cria o calendário.

Só após o contato com Joaquim, que ele encontra uma pessoa em Roma com o nome Elisabet Tebasile para quem telefona, convidando-a a vir à Noruega. Em nova visita à família, ele traz a mulher, agora com 50 anos. A história que ela conta é de que fora raptada pelo povo palestino, que queriam com isso chamar atenção aos refugiados. A crença dele, no entanto, é que ela de fato fora levada por um anjo. Todos na sala então se dividem entre a versão provável/realista e a religiosa/fantasiosa.

Veja as Partes I e II desse Diário de Leitura

Este livro pertence às leituras natalinas de 2015. Veja as outras:

  1. A Aventura do Pudim de Natal – Agatha Christie (concluído)
  2. A Princesinha – Frances Hodgson Burnett (concluído)
  3. Um Conto de Natal – Charles Dickens (concluído)
Anúncios

O que achou dessa leitura?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s