[MÊS DAS MULHERES] A Redoma de Vidro #4


(Este trecho vai do capítulo 11 ao 16)

Esther vai ao psiquiatra, mas este não parece ser nada eficiente. Seu encontro no consultório me lembrou bastante uma cena do livro Garota, Interrompida. Isso dá a entender que se podia esperar certo “padrão” no atendimento psicológico daquela época. Tanto que, do nada, ele sugere um tratamento de choque, sendo que, em nenhum momento tentou conversar com ela sobre suas dificuldades em dormir, escrever e ler.

Esther até tenta fugir, mas acaba não conseguindo. A descrição do tratamento em si é assustadora e ficamos pensando como era possível achar que era desse modo que devíamos tratar as pessoas que atravessam momentos de ansiedade, depressão ou angústia.

Não é a toa que logo ela começou a pensar em suicídio e fazer pequenos testes, como ensaios, tentado se afogar ou cortar os pulsos. Isso até finalmente tomar vários remédios no porão de casa, após ter deixado um bilhete para a mãe, dizendo que iria caminhar. Seja como for, ela é encontrada ainda viva e internada num hospital psiquiátrico. Os remédios a deixam meio desfigurada, mas, com o passar dos dias vai melhorando…embora engorde e deixe de lado a vaidade.

639b637da91e25cdc1f38b5162cbf22f

Neste ponto, devo dizer que minha impressão dela no começo do livro era equivocada. Apesar de ser estudiosa, Esther não é exatamente amante do saber. Além disso, ela gostava muito de experimentar e posso dizer que não tinha muito medo de se colocar em situações arriscadas, se aventurando por aí. Percebo que ela queria muito ter uma vida amorosa ativa, mas os impedimentos da época a inibiam. É aí que ela nos explica o título Redoma de Vidro, que é o ato de estar presa, sufocada pelo ar viciado.

Veja as Partes I, II e III

Anúncios

Um pensamento sobre “[MÊS DAS MULHERES] A Redoma de Vidro #4

  1. Pingback: [MÊS DAS MULHERES] A Redoma de Vidro #5 | Leituras de Taróloga

O que achou dessa leitura?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s