[MÊS DAS MULHERES] A Mulher de Trinta Anos #4


(Este trecho vai do Capítulo 4 ao ao fim da primeira parte)

balzac_la_femme_de_trente_ans

O tratamento especial dá certo, Julia fica feliz e obviamente se apaixona pelo Lord inglês. Porém, como quer ser uma dama “honesta”, se declara a ele e deixa claro que não podem se envolver e que ele deve voltar à Inglaterra.

Assim, ela tenta ser a melhor esposa e mãe que consegue, compensando sua tristeza com láudano e ópio. Seu marido faz o que quer e, como ela se mostra sempre legal, a paz reina no lar.

Isso até Julia descobrir que o inglês não fora embora, ficando em Paris, vigiando-a ao longe. Chega em sua casa de sopetão, doente – como sempre os personagens ficam em romances românticos (lembram d’ A Moreninha?) – e se declara novamente. O problema é que carrega uma arma (queria se matar na frente dela).

Seja como for, isso acaba acontecendo, mas de modo mais prosaico. Vitor volta mais cedo para casa e, para não encontrar os dois a sós no quarto, a esposa deixa seu amado no peitoral da janela, levando-o a morrer de hipotermia.

Assim, começamos a segunda parte…

Veja as Partes III e III desse Diário

Anúncios

4 pensamentos sobre “[MÊS DAS MULHERES] A Mulher de Trinta Anos #4

  1. Pingback: [MÊS DAS MULHERES] A Mulher de Trinta Anos #5 | Leituras de Taróloga

  2. Pingback: [MÊS DAS MULHERES] A Mulher de Trinta Anos #6 | Leituras de Taróloga

  3. Pingback: [MÊS DAS MULHERES] A Mulher de Trinta Anos #7 | Leituras de Taróloga

  4. Pingback: [MÊS DAS MULHERES] A Mulher de Trinta Anos #8 | Leituras de Taróloga

O que achou dessa leitura?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s