[MÊS DAS MULHERES] A Mulher de Trinta Anos #3


O tempo passou e Julia teve uma menina, Helena. A convivência com o marido continua difícil e agora ela tem que administrar tudo, pois ele é um tolo, embora seja visto como “profundo” pela corte.

Isso a coloca numa posição intermediária incômoda, segundo o narrador: ela não pode ser protegida por ser mulher, mas também não pode ter os privilégios (dados pela sociedade) por ser “o homem da casa”. Isso forma um paralelo com a mulher moderna que precisa trabalhar para completar a renda, sem poder abdicar aos serviços caseiros.

BalzacWomanThirty02

A situação se modifica, porém, quando ela percebe que Vitor está sendo infiel. Como isso poderia comprometer o futuro da filha (acima), ela resolve se tornar uma daquelas mulheres manipulativas, que usa o sexo como arma de poder. Ela pensa que, se reconquistar o marido, poderá mantê-lo longe dela, mas, ao mesmo tempo, tê-lo em suas mãos. Porém, como é muito sensível, isso só aumenta seu sofrimento. Aqui Balzac faz um parenteses interessante, dizendo que, apesar do estereótipo, não é da natureza feminina ser ardilosa. Algo que comentei na minha leitura da biografia sobre Cleópatra.

006-e1364796176486

Eis então que aquele stalker inglês retorna à cena e é descrito como sensível e afeminado, no sentido de entender a natureza da mulher. Ele percebe, durante uma festa cuja anfitriã é rival de Julia, que o marido desta não tem caráter e o convence de que, por ser médico, pode fazer um “tratamento especial” para renovar a saúde da jovem esposa. Vitor, ingenuamente, acha que é ótima ideia.

Veremos o desenrolar disso…ah, já estamos em 1820, ou seja, 6 anos de casamento.

Veja as Partes I e II desse Diário

Anúncios

5 pensamentos sobre “[MÊS DAS MULHERES] A Mulher de Trinta Anos #3

  1. Pingback: [MÊS DAS MULHERES] A Mulher de Trinta Anos #4 | Leituras de Taróloga

  2. Pingback: [MÊS DAS MULHERES] A Mulher de Trinta Anos #5 | Leituras de Taróloga

  3. Pingback: [MÊS DAS MULHERES] A Mulher de Trinta Anos #6 | Leituras de Taróloga

  4. Pingback: [MÊS DAS MULHERES] A Mulher de Trinta Anos #7 | Leituras de Taróloga

  5. Pingback: [MÊS DAS MULHERES] A Mulher de Trinta Anos #8 | Leituras de Taróloga

O que achou dessa leitura?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s