[MÊS DA CIÊNCIA E FILOSOFIA] O Mundo Assombrado pelos Demônios #2


Sagan passa muito tempo sobre a questão dos OVNI’s, assunto que deve ser mais explorado por ele devido ao seu interesse pela busca de vida inteligente no espaço. Assim, ele narra vários aspectos sobre os relatos de abduções, tentando mostrar sua invalidade. Chega a cogitar, por exemplo, que se antes as pessoas acreditavam ser possuídas por demônios, estes foram substituídos pelos aliens, algo mais crível e moderno. Mostra que muitas vezes estas pessoas confundem a paralisia do sono, com o suposto sequestro e que terapeutas, desejosos de acreditar em seus pacientes ou se deixam levar por mentiras ou induzem eles mesmos memórias falsas.

Outro ponto citado são sobre os médiuns que, segundo ele, geralmente não dão informações verificáveis, ficando num discurso mais moralista que científico. Por exemplo, se o espírito de Newton viesse e revelasse que escondeu um trabalho importante num porão X na Inglaterra e você, seguindo as instruções achasse? Não seria isso uma prova mais concreta de que estamos de fato falando com ele? Ou se propuséssemos uma equação que o médium não tem capacidade de resolver, mas o espírito sim, não seria a confirmação da vida após a morte? Porém, os espíritos quando se comunicam – e mesmo os santos – falam sobre ser bons, respeitar a igreja, serem humildes…

Carl-Sagan

Então, ele propõe um manual do ceticismo:

  • Confirmação independente dos fatos;
  • Vários pontos de vista;
  • Opinião da autoridade irrelevante;
  • Tentativa de várias hipóteses;
  • Falseamento e experimento

Também traz alguns tipos de argumentos equivocados que costumam nos confundir, como:

  • aquele que vai contra a pessoa que fala – tipo ridicularizar o argumento porque vem de uma mulher;
  • o que apela à autoridade – o pai dizer que está certo porque ele é o adulto;
  • o que gera consequências – se você não aceitar o argumento, terá briga;
  • a ausência de evidência como prova da ausência da evidência – tipo o fato de não vermos as bactérias a olho nu, isso significa que elas não existem ou possam ser vistas de alguma outra forma;
  • alegação especial – “não parece justo, mas Deus escreve certo por linhas tortas”;
  • contar apenas os acertos – você vai numa cartomante/vidente que erra 80%, mas acerta 20% e você lembra apenas disso, afirmando que ela é boa;

Por fim, o autor (acima) afirma que se a ciência provar que o Universo é infinito, que estaria aí a prova de que Deus não existe pois, como poderia um ser criar algo se este algo sempre existiu?

Veja a Parte I desse Diário

Anúncios

3 pensamentos sobre “[MÊS DA CIÊNCIA E FILOSOFIA] O Mundo Assombrado pelos Demônios #2

  1. Pingback: [MÊS DA CIÊNCIA E FILOSOFIA] O Mundo Assombrado pelos Demônios #3 | Leituras de Taróloga

  2. Pingback: [MÊS DA CIÊNCIA E FILOSOFIA] O Mundo Assombrado pelos Demônios #4 | Leituras de Taróloga

  3. Pingback: [TÉCNICO] O Mundo Assombrado pelos Demônios | Leituras de Taróloga

O que achou dessa leitura?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s