[DIÁRIO DE LEITURA] As Virgens Suicidas


Eu tinha uma impressão totalmente diferente desse livro, quando só ouvia falar a respeito. Achava que se tratava de moças mais velhas em algum tipo de culto. Além disso, até hoje não vi o filme da Sofia Coppola de 1999, pois desta vez quis ler o livro primeiro. 😉

330zd60

Família feliz, só que não…

A história conta os suicídios sequenciais de cinco irmãs adolescentes (entre 13 e 17 anos) num subúrbio dos Estados Unidos, durante a década de 1970. Desse modo, não existe spoiler sobre o que vai acontecer ou não na trama. O mais importante, na verdade, é entender os motivos por trás de tal tragédia. Afinal, o que fariam meninas saudáveis, com recursos e sem sofrimentos aparentes se matarem?

Como o suicídio é um tema pesado, que marca as pessoas que o presenciam atônitas, este livro visa, a meu ver, mostrar mais o estranhamento, curiosidade e confusão das pessoas que ficaram do que se debruçar sobre os pensamentos e desejos das moças que escolheram partir mais cedo. Fora que esta é uma sacada esperta do autor, já que é muito difícil falar sobre suicidas sem cair no moralismo ou na obviedade.

Por isso, os eventos são narrados por um homem que na época presenciou o ocorrido e que hoje, ao lado de seus amigos de juventude, tenta desvendar os segredos das garotas Lisbon, fazendo um trabalho de CSI, colhendo pistas, testemunhos e revisitando os locais em busca de sentido, misturando as suas próprias lembranças.

380a6-the-virgin-suicides-the-virgin-suicides-189487_1020_576

Cecília usa pulseiras sobre os curativos nos pulsos.

A primeira a partir é Cecília, que tinha a mania de sempre usar um vestido de noiva. Ela corta os pulsos na banheira e, como é salva, depois se joga da janela.

As irmãs parecem olhar isso com certa deferência, o que me dá a sensação de que isso já estava combinado antes. Até porque se sua irmã se matasse, você ficaria no mínimo em choque, não é mesmo? Choraria, viraria a cara…não ficaria olhando como se fosse algo belo e especial.

***

Essa coisa de esperar pelas mortes está me lembrando O Caso dos Dez Negrinhos de Agatha Christie, quando cada vez que uma peça de porcelana caia no chão e se quebrava, você podia esperar que alguém iria aparecer morto.

as-virgens-suicidas

Uma já foi, agora faltam quatro…

Anúncios

3 pensamentos sobre “[DIÁRIO DE LEITURA] As Virgens Suicidas

  1. Pingback: [DIÁRIO DE LEITURA] As Virgens Suicidas #2 | Leituras de Taróloga

  2. Pingback: [DIÁRIO DE LEITURA] As Virgens Suicidas #3 | Leituras de Taróloga

  3. Pingback: [DIÁRIO DE LEITURA] As Virgens Suicidas #4 | Leituras de Taróloga

O que achou dessa leitura?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s