[DIÁRIO DE LEITURA] Alfred Hitchcock e os bastidores de Psicose


Comecei a ler Alfred Hitchcock e os bastidores de Psicose e estou gostando bastante, até porque fiquei sabendo mais sobre Ed Gein, o psicopata no qual vários assassinos da ficção foram inspirados.

O dito cujo

O dito cujo

O primeiro dele foi Norman Bates, do filme Psicose, sobre o qual este livro trata, mas dá para ver traços de Hannibal, de Garrett Jacob Hobbs, de Buffalo Bill (todos do universo de Thomas Harris). Gein era tão múltiplo em suas atrocidades que pode ser dividido em personalidades distintas. Porém, ao contrário de seus personagens, ele devia ser muito mais assustador, justamente por não ter o brilho de inteligência e sagacidade no olhar que costumamos associar com psicopatas, pois é descrito como um homem inofensivo, dado a amnésias e meio confuso.

Casa dos horrores de Ed Gein em Wisconsin

Casa dos horrores de Ed Gein em Wisconsin

Estou querendo muito ler o livro de Robert Bloch, baseado nas notícias de jornal que ele leu sobre Ed Gein.

PSICOSE_1369280395B

Enquanto isso, continuo a saber mais sobre os bastidores do filme de 1960, descritos pelo jornalista e roteirista Stephen Rebello.

Anúncios

2 pensamentos sobre “[DIÁRIO DE LEITURA] Alfred Hitchcock e os bastidores de Psicose

  1. Pingback: [DROPS] Livro Psicose e Série Hannibal | leiturasdetarologa

  2. Pingback: [DIÁRIO DE LEITURA] Psicose | leiturasdetarologa

O que achou dessa leitura?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s